Buscar
  • ABENFO PR

O reconhecimento da violência obstétrica como um problema de violação dos Direitos Humanos.

Atualizado: Fev 15



A Organização das Nações Unidas (ONU) reconhece a violência obstétrica, nestes termos, como violação dos direitos humanos de mulheres e meninas em dimensão global. Em informe finalizado em julho de 2019, a relatora especial do Conselho de Direitos Humanos sobre a violência contra a mulher, Dubravka Šimonović, analisou mais de 128 denúncias oriundas de órgãos oficiais dos Estados, ONGs, instituições independentes e acadêmicas recebidas através do chamamento finalizado em maio de 2019. O documento foi apresentado durante a 74ª sessão da ONU, e considerado o primeiro dedicado à questão dos maus tratos e violência sofridos durante o parto, inserido em um contexto de violação dos direitos sexuais e reprodutivos. O contexto brasileiro foi apresentado em documento elaborado pelo Núcleo Especializado de Promoção e Defesa dos Direitos das Mulheres (NUDEM) da Defensoria Pública do Estado de São Paulo, pioneira na abordagem sobre violência obstétrica no país. Para saber mais clique aqui

10 visualizações

Posts recentes

Ver tudo